NOTÍCIAS

23/Jun
Drones surgem como alternativa para monitorar lavouras



Com preos acessveis, equipamentos comeam a se tornar ferramenta para aumentar a produtividade no campo

Em rasantes sobre as lavouras, veculos areos no tripulados (vants), tambm chamados de drones, comeam a se tornar ferramenta para aumentar a produtividade no campo. Hoje no mercado com preos mais acessveis, sobrevoam o campo e funcionam com se fosse um olhar apurado sobre a propriedade. Com cmeras potentes, permitem, por exemplo, identificar pragas e doenas precocemente.

Desenvolvidos para uso militar, esses equipamentos passaram a ser testados no Brasil nos ltimos anos por centros de pesquisa e grandes grupos do agronegcio. Mais recentemente, comearam a despertar a curiosidade de produtores. Concorrendo com imagens de satlite e fotografias areas feitas de avio, tm a vantagem do custo menor e mais agilidade no resultado.

Os equipamentos mais modernos conseguem fazer imagens com qualidade superior de satlites, ajudando a localizar deficincias no plantio a tempo de correo. o olho do agricultor por cima da lavoura explica Lcio Jorge, que coordena as pesquisas com drones na Embrapa Instrumentao, com sede em So Carlos (SP).

Ao captar imagens areas, o equipamento ajuda a localizar falhas na plantao, reas com excesso ou falta de gua ou onde preciso utilizar defensivos agrcolas. As fotografias feitas pelo drones so utilizadas para formar um mapa da lavoura. H 15 dias, um dos drones da Embrapa sobrevoou, em carter experimental, 150 hectares de uma plantao de algodo do grupo gacho SLC Agrcola, em Cristalina (GO). As mais de 2 mil fotos tiradas sero processadas em formato de mosaico e avaliadas para verificar se h alguma deficincia nutricional nas plantas.

Estamos avaliando o quanto isso eficiente para se observar diferentes problemas ressalta Ronei Sana, coordenador de agricultura de preciso da SLC Agrcola.

Ao mesmo tempo em que centros de pesquisas e empresas testam os drones, produtores curiosos tambm comeam a se aventurar na tecnologia. O agricultor Rogrio Ceolin, 38 anos, comprou um equipamento h dois meses, por R$ 5 mil, para fotografar as obras nos silos da propriedade, em Tupanciret.

No tinha muita ideia de como funcionava. Depois, vi que no era to difcil de operar e j encomendei um software para programar o equipamento explica o agricultor.

A ideia usar o drone para monitorar reas de lavouras e identificar problemas de fertilidade.

Fazer imagens por satlite muito caro justifica Ceolin, que investiu mais R$ 2 mil em um software para o drone.

Senai incentiva projeto de empresa de canoas

Desde maro, a gacha Creare Sistemas desenvolve projeto em conjunto com o Servio Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) para utilizar drones em lavouras de cana-de-acar. Com o equipamento, cmera fotogrfica de alta resoluo e software de anlise de imagens, a ideia ter informaes detalhadas nas diferentes fases de plantio identificando a sanidade dos canaviais e a presena de ervas daninhas ou pragas no campo.

uma ferramenta que poder aumentar a produtividade das lavouras ao apontar falhas ou imperfeies no plantio que o olho no tem capacidade de enxergar nem mesmo de perto explica Paulo Renato Jotz, diretor de marketing da Creare, sediada na Ulbratech, em Canoas.

Fonte: Zero Hora


Ver todas as notícias.